São Francisco do Sul - mais notícias

Atenção aos cuidados contra o vírus da gripe (influenza)

Data de inclusão: 06/07/2018 09:16

As baixas temperaturas contribuem para maior incidência das doenças respiratórias e transmissão do vírus da gripe (influenza), por isso a Vigilância Epidemiológica alerta sobre a importância da adoção de cuidados preventivos. Seguindo-se as recomendações do Protocolo de Tratamento da Influenza, do Ministério da Saúde, os riscos de contágio podem ser evitados.   

 

Medidas gerais de prevenção

 

- Lavar e higienizar as mãos, principalmente antes de consumir alimentos;

- Utilizar lenço descartável para higiene nasal e jogar no lixo após o uso;

- Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir e após higienizar as mãos;

- Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca;

- Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;

- Manter os ambientes bem ventilados com as janelas abertas, possibilitando ambiente arejado;

- Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de gripe;

- Evitar sair de casa em período de transmissão da doença;

- Evitar aglomerações e ambientes fechados;

- Adotar hábitos saudáveis, como alimentação balanceada e ingestão de líquidos.

 

Recomendações específicas para as escolas

 

- Observar se há crianças com tosse, febre e dor de garganta, solicitando a presença imediata dos pais e encaminhar para atendimento médico na unidade de saúde mais próxima;

- Alunos, professores e demais funcionários que adoecerem, devem permanecer em afastamento temporário por 48 hs na suspeita clínica de influenza, podendo ser liberado o retorno à escola se clinicamente estável, sem uso de antitérmico e sem febre por 24hs;

- Ao retornar à escola manter cuidados de etiqueta respiratória durante os sintomas respiratórios;

- Não está indicada a suspensão de aulas e outras atividades para controle de surto de influenza, como medida de prevenção e controle de infecção;

- Professores e cuidadores devem lavar as mãos após cada contato com secreções nasais e orais das crianças, principalmente quando a criança estiver com síndrome gripal;

- Motivar as crianças e professores a terem o hábito de lavar as mãos com água e sabão de forma frequente e utilizar álcool em gel a 70%. Nunca compartilhar toalhas e usar toalhas descartáveis;

- Motivar as crianças a lavarem os brinquedos e objetos com água e sabão sempre que forem utilizados e principalmente quando estiverem visivelmente sujos;

- Orientar os alunos a não compartilharem alimentos ou utensílios;

- Os responsáveis pela instituição escolar devem disponibilizar aos professores, educadores e alunos, álcool gel a 70% (para desinfecção das mãos), em local de fácil acesso.

       

 

Imagens relacionadas

Atenção aos cuidados contra o vírus da gripe (influenza)