São Francisco do Sul - mais notícias

Pratique a pesca legal do camarão

Data de inclusão: 07/03/2018 13:56

Parte significativa da economia local vem do mar, o que se inclui um dos setores mais importantes que é a atividade pesqueira. Em torno de 3 mil famílias na região vivem diretamente da atividade, que depende da quantidade dos recursos marinhos e pesqueiros disponíveis.

A Baía da Babitonga é uma área que tem suas peculiaridades, por ser um estuário bem abrigado, onde as espécies utilizam como berçário natural. Logo, é onde se reproduzem, se nutrem e se desenvolvem. Após este ciclo, vão para o mar aberto e zona costeira. Neste fluxo, que é contínuo e variável durante os períodos do ano, há a necessidade de organização e controle, para que haja o manejo adequado dos recursos, de maneira que não fiquem escassos e o equilíbrio seja mantido.

O método utilizado pelas agências governamentais, para que não ocorra a sobrepesca é chamado de “defeso”, que são períodos pré-determinados, em que fica proibida a captura de determinada espécie. A Gerência de Pesca do Município chama a atenção sobre a importância ao período de defeso do camarão, que é uma das iguarias mais cobiçadas e possui alto valor comercial.

“Nossa intenção é reforçar e alertar pescadores artesanais, profissionais, amadores e esportivos sobre a importância do respeito ao período de defeso, no caso o defeso do camarão que está em vigor na nossa região. Queremos promover a “pesca legal”, que garanta a sustentabilidade”, ressalta Marcon Machado, Gerente de Pesca.

Após o período de defeso do camarão (branco, rosa e sete barba) no interior da Baía, que durou até o último 31 de janeiro, agora iniciou o defeso no “mar de fora”, de 01 de março até 31 de maio.   

Para denúncias, acionar a Polícia Militar Ambiental, através do telefone: 47 3481 2121.

 

Imagens relacionadas

Pratique a pesca legal do camarão