São Francisco do Sul

Colonizada por portugueses, São Francisco do Sul é a terceira cidade mais antiga do Brasil. Seu charme se deve ao casario em estio colonial português que emoldura as estreitas ruelas do centro histórico, tombado pelo Patrimônio Histórico e Artístico Nacional. Também merecem destaque as tradições do Boi-de-Mamão, da Dança do Vilão, do Pão-por-Deus e das Pastorinhas. A cidade é conhecida pela beleza do cenário formado pela baía da Babitonga e pela Vila da Glória, na parte continental. Além da História, das tradições e do porto, São Francisco do Sul tem belíssimas praias, procuradas por milhares de turistas a cada verão.

Patrimônio Histórico

São Francisco do Sul com 500 anos de História, que marca suas ruas, casas, igrejas, sambaquis, ruelas e becos. Conheça a Igreja Matriz Nossa Senhora da Graça, de 1699, construída por escravos, milicianos e pelo povo do lugar, com argamassa feita de uma mistura de cal, concha, areia e óleo de baleia. No interior da igreja está a imagem da padroeira, que data de 1553 e foi deixada ali pelos espanhóis, que ergueram uma capela em homenagem a ela depois de serem salvos de um temporal. Também há estátuas barrocas dos séculos XVII e XVIII e um órgão trazido do Rio de Janeiro em 1823 e que é utilizado até hoje. Conheça as cariocas (bicas d’água), o Museu Histórico, o Museu Nacional do Mar, único do Brasil e que abriga exemplares e réplicas regionais de embarcações do litoral brasileiro, além de instrumentos, documentos, aparelhos de orientação naval, equipamentos, mapas, miniaturas, cenários… Vá também ao Mercado Público Municipal e ao Forte Marechal Hercílio Luz.

Natureza

Conheça o Arquipélago da Baía da Babitonga, a duas milhas marítimas do centro de São Francisco do Sul, com acesso via embarcação – no passado, a Ilha da Rita, uma das muitas ilhas do arquipélago, foi base de combustíveis da Marinha e abasteceu os navios da esquadra brasileira durante a Segunda Guerra Mundial. Visite também a Ilha da Paz, circundada por praias e costões, que abriga um farol construído em 1905. Suba o Morro do Pão de Açúcar, que tem cerca de 150m de altura, e deslumbre-se com a vista da baía.

Cultura e eventos

São Francisco foi colonizada por portugueses, recebeu muitos escravos africanos e, mais tarde, chegaram os franceses, o que deu à cidade uma característica cultural muito diversificada. São famosos os grupos folclóricos do município, que representam as diversas etnias formadoras da cultura local. Diversos eventos marcam o calendário cultural da cidade, entre eles a FECAM (Festa do Camarão), a FESTILHA (Festa das Tradições da Ilha) – ambas em abril – e a FENAPESCA (Festa Nacional dos Pescadores), no Balneário de Enseada, regada a frutos-do-mar, com inúmeras atividades esportivas e de lazer.

Lazer

Impossível não se divertir em “São Chico”. Em janeiro, na Praia Grande, confira a Gincana Catarinense de Pesca de Arremesso – a maior competição do gênero no sul do Brasil; em fevereiro é a vez do Carnaval, uma marca registrada da cidade; em março tem o Encontro de Carros Antigos Ilha de São Francisco; em dezembro, a Semana da Marinha… Um programa especial é passear de barco – o Scuna São Francisco e o Barco Príncipe de Joinville III fazem roteiros pela baía da Babitonga, com passeios que podem durar um dia inteiro, ou uma noite… Pode-se visitar a Vila da Glória, de ferry-boat ou de barco, aportando num trapiche de 330m de extensão e visitando a igrejinha do lugar, construída em 1917.

Principais atividades econômicas – São Francisco do Sul é o quinto maior porto brasileiro em movimentação de contêineres.

Mais de 70% da renda do município são gerados pela movimentação portuária, com destaque também para o turismo e o comércio.


População – 42.569 habitantes (IBGE - 2010)
Colonização – Portuguesa.
Principais etnias – Portuguesa.
Localização – Litoral Norte, a 188km de Florianópolis e 45km de Joinville.
Área – 540,8 Km2.
Clima – Temperado, com temperatura média entre 15ºC e 25ºC.
Altitude – 09m acima do nível do mar.
Cidades próximas – Joinville, Itapoá, Garuva, Araquari, Balneário Barra do Sul, Barra Velha.

Fonte: Governo do Estado de Santa Catarina